domingo, novembro 01, 2015

NOVEMBRO

Fizemos o magusto na charneca
Onde o mato começa; tarde fria,
Castanhas, belo vinho na caneca,
Lume experto, excelente companhia,
Bom apetite e sede, como a breca.
          A primeira saúde quem a fez
          Foi o prior, com frases em latim;
          Houve depois mais duas ou mais três,
          Toda a roda correram, e por fim
          Chegou, naturalmente, a minha vez.
Na caneca peguei; mas como penso
A toda a hora em ti, que me acompanhas,
Fui obrigado a recorrer ao lenço:
Não sei se me engasgaram as castanhas
Ou se a lembrança d'este amor imenso.
          
                  Acácio de Paiva

9 Comments:

Blogger Elvira Carvalho said...

Não conhecia. Mas gostei. Até porque nunca pensei que um poema de amor se enquadrasse no magusto
Um abraço e bom domingo

12:29 da manhã  
Blogger Laura Santos said...

O que é incrível é que sempre aqui encontro muitos poemas que desconheço!
Eu cheira a castanhas e a um amor imenso! :-)
Belas escolhas, sempre, Manuel!
xx

4:48 da tarde  
Blogger AMALIA INCHAUSTI said...

Son hermosas tus letras.
Un abrazo y muchas gracias

3:15 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

Excelente magusto. Um pretexto para um belo poema de amor...
Beijo.

12:42 da tarde  
Blogger Cristina Cebola said...

Um magusto feito com amor!!

Gostei muito do ritmo dado ao poema, e no humor subtil que se sente em cada verso...

Abraço!

11:37 da manhã  
Blogger Silenciosamente ouvindo... said...

Pois é uma boa conciliação: amor e castanhas.
Gostei.
Desejo-lhe um bom fim de semana.
Irene Alves

8:01 da tarde  
Blogger gota de vidro said...

Um poema muito bem rimado e tão adequado ao dia de hoje.

Gostei imenso

Que a semana continue a correr bem

Bjinho da Gota

2:50 da tarde  
Blogger Alinne Bessa said...

Ganhe dinheiro com seu blog trabalhando no conforto do seu lar. Você faz seu horário. Cadastre-se grátis!!! Não precisa indicar ninguém para ganhar. Você ganha com seu trabalho! Mesmo trabalho que foi feito com o SuperParceria. Saiba como em:
www.homemoney.com.br

7:16 da tarde  
Blogger Parapeito said...

castanhas quentinhas...assim deve ser o amor :)
Gostei
Brisas doces *

8:43 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home