quinta-feira, maio 14, 2015

O SECRETO DESEJO

Um desejo feito de asa
Ou de leve brisa acesa
Entrou-me de noite em casa
E achou minh'alma indefesa.
 
(O secreto desejo
É mais leve que o vento.)
 
Lutaram por longas horas
Até vir a madrugada.
Ao fim dessas longas horas
Minh'alma foi derrotada.
 
(O secreto desejo
É mais ágil que a espada.)
 
Passou a viver em mim,
Fechado como num cofre,
A tentar ser ele o fim
Pelo qual minh'alma sofre.
 
(O secreto desejo
É mais forte que a morte.)
  
               Luís de Macedo

6 Comments:

Blogger Elvira Carvalho said...

Gostei.
Um abraço e tudo de bom para si.

11:45 da manhã  
Blogger Cristina Cebola said...

Um belo poema, que tão bem ilustra os conflitos internos a que todos estamos sujeitos...
Há que resgatar a alma e deixá-la sonhar...

Bom domingo...gostei muito

11:26 da manhã  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

os nossos eus em desassossego.
bonito o poema!
bom domingo
beijo
:)

11:47 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

Os desejos secretos que inquietam o coração e se tornam tão fortes que se confundem com qualquer destino...
Belo, o poema.
Beijo, amigo.

10:33 da tarde  
Blogger AMALIA said...

Muy bello poema.
Un abrazo

7:33 da tarde  
Blogger AMALIA said...

Muy bello poema.
Un abrazo

7:33 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home