domingo, outubro 05, 2014

MINHAS ASAS DE CONDOR

'A ESQUINA DA VIDA'

MINHAS ASAS DE CONDOR


Minhas asas de condor
tinham sol no coração
de um suspiro de uma flor
eu compunha uma canção

Cada beijo imaginado
meigo gesto, brando olhar
era poema bordado
de branca espuma do mar

Poentes de fogo amava
e em sonhos, cada mulher
era um anjo que eu cantava
que eu amava sem saber

Desilusões que sofri !
Dos anjos que resta agora ?
Sós os versos que escrevi
e não soube deitar fora

Agora versos não faço
chegam mais longe os meus passos
quem pode abrir o espaço
não deixa amarrar os braços

Um poema é todo o dia
desde que eu te conheci
e algum poema diria
tudo o que sinto por ti ?

Não, versos não faço mais
pus neles ponto final
p'ra quê buscar ideais
se és tu o meu ideal ?

Quando juntinho sonhamos
e nos beijamos... depois
que outra coisa precisamos
se o Mundo somos nós dois ?

Não há versos nem desejos
no sol da nossa alegria
Os poemas? são teus beijos
Nossos abraços __ poesia

Perdoai pois meu amor
se o poeta adormeceu,
há lá poema maior
que a filha que Deus nos deu?

.
Zacarias Mamede

7 Comments:

Blogger ⊰✿⊱France ⊰✿⊱ said...

Je te souhaite une belle journée MANUEL

12:45 da tarde  
Blogger Justine said...

Muito gosto eu de quadras - vivas, alegres, saltitantes!

6:07 da tarde  
Blogger Evanir said...

Lindo poema comove nosso coração e ao mesmo tempo inunda nossa alma de saudades.
Uma abençoada semana.
Beijos ..Evanir.

3:31 da tarde  
Blogger HADA said...

Fantástico poema............

Feliz semana Manuel

8:41 da manhã  
Blogger gota de vidro said...

Este poema é lindíssimo

Para lá da profundidade e sensibilidade é repleto de ternura e de um enorme carinho.

Adorei. Parabéns poeta e não deixes nunca de versejar

Beijinhos da Gota

6:36 da tarde  
Blogger Pedrasnuas said...

Concluiu a sua canção com mestria! Gostei do poema/ canção!

PN

6:58 da tarde  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

quadras melodiosas a precisar de uma música...

:)

8:14 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home