terça-feira, setembro 09, 2014

BEM OU MAL

O bem seria escrever
com letras alvas.
Tão claro o tempo passa,
longe, nas aléias do jardim !
     
O bem seria deixar, nas rosas,
enferrujar um esplendor de sangue
ou, na oitava luz da lua,
erguer da face o véu escuro.
    
E o mal ?  _São as pedras,
soltas no caminho, brutas feras,
vigiando em silêncio, vigiando,
se a brisa segue e eu fico
    
sob este céu imenso, sózinha.
    
                  Deborah  Brennand

3 Comments:

Blogger Graça Pires said...

Não conheço a poesia de Deborah Brennand, mas este poema é de uma sensibilidade que permanece na alma...
Um beijo, amigo.

11:19 da manhã  
Blogger Elvira Carvalho said...

Mais uma poetisa que não conhecia. Gostei do poema. Obrigada pela partilha.
Um abraço e bom fim de semana

8:57 da tarde  
Blogger Hanna Xesco said...

Bonito poema.

4:39 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home