quinta-feira, fevereiro 25, 2016

VILANCETE

Bem vês ... amor e ventura
Só existe, por desgraça,
Na lei da hora que passa.
     
Mal existe hora presente,
Porque sendo hora chegada
Fica logo hora passada,
Na saudade que pressente...
Hora perdida, apagada,
Que no tempo se espedaça...
Hora breve, hora que passa !...
     
Mal existe hora presente,
Por isso amor ou ventura
Tão pouco persiste e dura...
E por isso é mais ardente
Aquela estranha tortura
E mais forte aquela graça 
Que está na hora que passa !...
     
Mal existe hora presente,
Hora de amor, de alegria;
Mal existe cada dia
Que outro dia nos desmente !...
_E o que esta hora nos cria,
Que outra hora nos desfaça,
É lei da hora que passa !
     
              Maria de Carvalho

6 Comments:

Blogger MEU DOCE AMOR said...

Olá.

Se mal existe hora presente, então as que passaram já estão enterradas e as que virão...uma incógnita serão?

Beijinho doce e agradeço as visitas:)



2:43 da tarde  
Blogger Franziska said...

Mal existe hora presente,
Hora de amor, de alegria;
Mal existe cada dia
Que outro dia nos desmente !...
_E o que esta hora nos cria,
Que outra hora nos desfaça,
É lei da hora que passa !

Perfecto en su expresión y pensamiento. Ha sido un placer su lectura como el momento que pasa pero dejará su brasa. Saludos cordiales. Franziska

4:42 da tarde  
Blogger Miss Smile said...

Bonito poema, harmonioso, sábio e envolvente.

Obrigada por partilhar :)

5:55 da tarde  
Blogger Laura Santos said...

É verdade, a grande lei da hora que passa, que de tão
fugaz tanto leva rapidamente as venturas e as desventuras.
Não conhecia esta poetisa, O poema é muito bom.
Obrigada pela partilha, Manuel, e um bom fim de semana,
apesar do frio. :-)
xx

6:59 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

O que, sabe, é que +e como os alcatruzes da nora...
Sobem uns, descem outros...

Saudações poéticas!

11:46 da tarde  
Blogger ruma said...

Olá.

Seu senso criativo é graciosa.
O melhor elogio.

Obrigado por sempre visitar.
Cumprimentos de Japão. Ruma

5:53 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home