quarta-feira, agosto 09, 2006

AMENDOEIRAS FLORIDAS


Amendoeiras mimosas, bem floridas,
Com florações de alvura ou de rosado:
Vossa flor é promessa dum legado
Que ajuda a nutrição de nossas vidas.

De singular pureza revestidas,
Dos campos sois agora o mor agrado:
E após o vosso fruto sazonado
Sereis inda bem mais apetecidas.

Floridas, sois um hino virginal
De bicolor beleza __ rosa e neve;
Canção dos olhos, voz do coração.

Mas com seu fruto é que o amendoal
Pagará tudo quanto ao homem deve,
Dando alimento saboroso e são.


António Henriques

5 Comments:

Blogger Alexandra said...

Fizeste-me lembrar as amendoeiras em flôr, tão bonitas e cada vez mais raras, pelo menos aqui onde estou!

Como sempre... excelente escolha!

Quanto ao teu comentário no meu espaço, agradeço-te. Mas, podes crer que em tempo de geada, nem de casa me tiravam :)))

Fica bem!

Beijo

Alexandra

2:02 da manhã  
Blogger Carolina said...

Nossa, lindo lindo! =)

2:13 da manhã  
Blogger CeciLia said...

Rosa e neve. Gosto da combiação. Mais uma bela escolha, Manuel.

Abraço,

7:00 da manhã  
Blogger Freyja said...

Manuel
tienes la magia de dejar hermosas poesia, yo solo siento que mi humilde espacio es pequeño ante estes espacio donde solo dejas versos muy bellos
gracias por tus saludos
la verdad la vida se alimenta de versos y alimentan el alma
hermoso como todo lo que nos regalas siempre
mi abrazo con mucho cariño y que mañana sea un buen dia, gracias por tu compañia
besitos




besos y sueños

8:01 da manhã  
Blogger Rosario Andrade said...

Bom dia Manuel!
Venho retribuir e agradecer a visita ao I&I.
Sempre achei o soneto uma forma poética magistral. Este que escolheste, e que eu desconhecia, é lindo. A Netureza pintada com palavras doces e uma métrica perfeita.
bjicos!

1:59 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home