quarta-feira, novembro 23, 2016

TRANSFIGURAÇÃO

Chorei. Tenho a alma leve, alma de criança,
Alma que não tem nada dentro da alma.
Depois do temporal veio a bonança,
Depois da dor vem quase sempre a calma.

Um céu lavado sobre mim se espalma,
Sobre mim passa a vida boa e mansa.
No meu jardim há uma árvore que dança
Ruflando ao vento as palmas, palma a palma.

Alegria ! Alegria ! Eu te bendigo !
Luz de quem nada vê, pão de mendigo.
És saborosa como um bago de uva !

No teu perfume que me contamina,
Sinto que o coração se me ilumina
Como um campo a florir depois da chuva.
 

    
Olegário Mariano

13 Comments:

Blogger Elvira Carvalho said...

Gostei. Não conhecia este poeta.
Um abraço

7:30 da manhã  
Blogger Franziska said...

Ha sido todo un placer la lectura de este soneto. No conozco al autor que se llama como un tío mio, Olegario. Un abrazo fraterno desde España para Portugal y para usted.

7:58 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

Fantástico soneto de Olegário Mariano. Obrigada pela partilha.
Uma boa semana.
Beijos.

12:45 da tarde  
Blogger tulipa said...



OLÁ MANUEL

OBRIGADO... pela partilha de tão belo soneto.


Convido-o a dar um saltinho até aos meus blogues:

o post mais recente, tem apenas umas horas
está no blogue
ANO SABÁTICO
e
é sobre COIMBRA e o rio MONDEGO.

http://tempolivremundo.blogspot.pt/

OUTRA SUGESTÃO:

27 de novembro, às 16:00h
Apresentação do livro “Poetas Nossos Munícipes”
Com o objetivo de divulgar e valorizar a poesia e os poetas locais e, simultaneamente, incentivar a criatividade literária e o gosto pela escrita, atividades que consideramos essenciais na formação individual e coletiva dos cidadãos, a Câmara Municipal promoveu a 3ª edição do projeto
“Poetas Nossos Munícipes”, antologia de poesia do concelho da Moita.
Participaram nesta edição, 26 poetas residentes no concelho
ou naturais não residentes, com um total de 94 poemas.

Só um cheirinho do que li:

LUGARES DO MUNDO

Viajar é avançar!
Quero ir pelo Mundo.
Preciso de sentir a viagem.
Viajar por mim, com meus olhos e pés.
Há muitos lugares que podem ser descobertos.
É só uma questão de enveredar por trilhos.

São Miguel, Terceira ou Flores
Tudo isto é Açores.

Muitas vezes, Vitorino Nemésio
passeou pela Terceira
nos seus alongados pensamentos.
Um jardim colorido e regado por várias lagoas.
Onde os canteiros são recortados
por rios de lágrimas que brotam da encosta
em quedas de água gigantes
num permanente choro de alegria,
doce e terna nostalgia.

(continua)

SEGUNDA-FEIRA, 28 DE NOVEMBRO DE 2016
APRESENTAÇÃO DO LIVRO "POETAS NOSSOS MUNÍCIPES"
no blog:
http://momentos-perfeitos.blogspot.pt/

Beijinhos

1:04 da manhã  
Blogger CÉU said...

Olá, Manuel!

Que é feito, caríssimo amigo?

Mto agradeço a sua visita ao meu blogue.

Excelente escolha! O soneto de Olegário Mariano é tão bonito! E tem cor e sabor.
Que a sua alma assim esteja, em alegria.

Abraço com estima e consideração.

10:20 da tarde  
Blogger CÉU said...

Nem de propósito, Manuel!

Desejo-lhe um solidário Natal e um bom Ano Novo.

Abraços.

12:56 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

Um Natal BOM e um Ano Novo MELHOR.
Beijos.

12:01 da tarde  
Blogger Franziska said...

Es el momento de llegar hasta aquí para decirte que te deseo unas felicisímas fiestas de Navidad y que el próximo año 2017 haga, por fin, realidad tus mejores deseos.

Un fuerte abrazo desde Alcalá de Henares. Franziska

3:11 da tarde  
Blogger Dalva M. Ferreira said...

Poesia sentida, quase inocente. Um poeta do meu Brasil caloroso e distante...

4:44 da tarde  
Blogger Ana S. said...

esperemos que essa bonança venha o mais depressa possivel!
Feliz Natal Manuel com tudo de bom.

6:02 da tarde  
Blogger MEU DOCE AMOR said...

Feliz natal e um ano cheio de surpresas agradáveis

Beijinho doce:)

8:48 da tarde  
Blogger Maria Rodrigues said...

Passei para desejar um Feliz Natal e um excelente Ano Novo
Um abraço
Maria

1:19 da manhã  
Blogger Cristina Cebola said...

Que a alegria possa contaminar-nos sempre...
Bonito soneto para começar o ano.

Resolvi regressar em 2017

Um bom ano!!

7:31 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home