segunda-feira, agosto 01, 2016

ANSIEDADE-Agosto

Agosto. Sol em brasa. Nos caminhos
Uma poeira de luz envolve tudo.
Há maciezas fofas de veludo
No chão onde floriram rosmaninhos.

Dormem as velas brancas dos moinhos
Num pesado torpor, tranquilo e mudo.
E na doirada luz que envolve tudo,
Rezam as aves no altar dos ninhos.

Calam-se as fontes. Mesmo o rouxinol
Sob a carícia lânguida do sol
Calou seu canto amargo de saudade.

Tudo se acalma nesta tarde calma...
Só na tormenta imensa da minha alma
Não se acalma esta febre de ansiedade!


Maria Helena Duarte de Almeida

9 Comments:

Blogger Graça Pires said...

Que excelente soneto de Maria Helena Duarte de Almeida! Parece que estamos a sentir tudo, assim, "Num pesado torpor, tranquilo e mudo", apesar da febre de ansiedade tão natural nos poetas...
Uma boa semana.
Beijos.

11:22 da manhã  
Blogger Franziska said...

Llego a este nido de la poesía a disfrutar de una ración de belleza. La he leido y con presteza me amrcho hacia lugares más prosaicos. Hasta pronto. Feliz verano.

6:19 da tarde  
Blogger luar perdido said...

Uma bela colectânea de autores e poemas.
Muito agradável e sentida a leitura.
Beijos de luar

10:18 da manhã  
Blogger CÉU said...

Neste ambiente poético, paradisíaco deveria haver felicidade, amor, mas ai, a ansiedade. Repensemos e melhoremos nossos estados de alma, Manuel!

Pode ser k um beijinho ajude. Aqui fica!

11:16 da manhã  
Blogger Dalva M. Ferreira said...

Aqui no hemisfério sul onde me encontro, agosto traz outras cores e sabores. É muito belo ver como um poeta reflete o mundo que o rodeia. Abraços!

1:04 da tarde  
Blogger Sara com Cafe said...

paciência e fé
sempre!

abraço.

6:58 da tarde  
Blogger Silenciosamente ouvindo... said...

E o calor continua e realmente nem uma suave brisa...
Gostei do poema.
Desejo que tudo esteja bem.
Cumprimentos.
Irene Alves

8:07 da tarde  
Blogger Sara com Cafe said...

ótima semana.
abraço.

3:12 da manhã  
Blogger Ana said...

Voltei para te ler e deixar sinal de mim .
Abraço

7:28 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home