segunda-feira, novembro 12, 2012

CAPRICHO

Sempre voss'encia é muito caprichosa!
Põe nos braços da ama a criancinha,
E deita no regaço a cadelinha
Que se orgulha de cama tão mimosa!

Enfim, caprichos de mulher nervosa!
Mas, como eu sinto a alma atribulada
Ao ver que a criancinha é maltratada
Ao passo que a Niniche é tão ditosa.

João de Deus

1 Comments:

Blogger Cristina said...

Bellas letras! Un placer leerte, te dejo un fuerte abrazo.

10:04 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home