terça-feira, outubro 05, 2010

O POVO VENCEDOR

O povo portuguez, que em seu rancôr
Não recua, como a féra sempre avança,
Tem meiguices, ternuras de creança,
Tratado com carinho e com amor.

Em fazer Caridade não descança;
Sente em fundo pranto, a alheia dôr;
Irado, vae mais alto que o condôr,
Serêno, é manso como a pomba mansa.

Agora que a cruzada do Direito
Quiz ganhar, bateu-se, peito a peito.
Na lucta sanguinaria, com firmêza.

E nada mais pretende, ao mundo inteiro
Mostra seu valor civico e guerreiro
Está contente e... canta a «Portugueza».

5 de outubro de 1910

José Osorio


in: Correio da Extremadura, de 15 de Outubro de 1910

poema retirado com a devida vénia do CORREIO DO RIBATEJO
de 1 de Outubro de 2010, pagina 18

5 Comments:

Anonymous Rosa Silva ("Azoriana") said...

Olá. O teu blog está em destaque por escolha pessoal.
E viva Portugal!
Abraços

2:02 da tarde  
Blogger Madalena said...

o povo português queixa-se, mas sabe ser forte, capaz de resistir!! :))

4:55 da tarde  
Blogger ANNA P.M.S. said...

Mostrar a alma e a força....
Obrigado pelo comentário, realmente sonhamos com o que já possuimos, mas não passaram de sonhos, alguns não tão bons...

Bom ter a garra de um português.....^^

10:58 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

"...contra os saxões...

marchar, marchar!"

(no seu original)

Saudações poéticas

2:30 da manhã  
Blogger São said...

Obrigada por me dar a conhecer algo que nem sabia existir.
Bom fim de semana.

7:07 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home