sexta-feira, outubro 03, 2008

JULIO DANTAS

VIDA SIMPLES

Ter um canto de terra ou cortinhal ;
Por minhas mãos lavrar a terra dura ;
Beber um leite bom, uma água pura ;
Vestir de burel rude ou de saial ;

Ter um rebanho alfeiro, que outro igual
Não tivesse o povoado ou a espessura ;
Procurar entre pedras a ventura
Que não me pôde dar nenhum mortal ;

Viver livre de enganos, sossegado,
Vendo os olhos piedosos dos cordeiros,
Que mais falam à alma que os da gente :

Quem um dia pudera, assim mudado,
Ir arrastando os dias derradeiros
D'esta vida mortal e descontente !

Julio Dantas


11 Comments:

Blogger Carla said...

que bem que me soube a leitura deste poema...obrigada
bom fim de semana
beijos

10:32 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

Julio Dantas. ler o poema lembrou-me que há anos puseram o busto dele em Lagos, numa pequena praceta com a informação de que tinha nascido ali. Depois de 2 ou 3 anos, não recordo bem, fui de férias e não encontrei o busto. Perguntei por ele e tinha ido para outro local, porque afinal tinham-se enganado com o sitio onde ele tinha nascido.
Um abraço e bom fim de semana

11:58 da tarde  
Blogger Monica Alvarez said...

Un abrazo para quien cultiva y promueve la poesía.
Saludos desde Chile

3:51 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Olá, Manuel...
Tivera eu o engenho e estaria dizendo estas mesmas palavras...

Um beijo, Alice...

4:05 da tarde  
Blogger Professorinha said...

Anda tudo descontente com a vida...

Nem o tempo ajuda...

Ou está bom, ou está mau, ou está calor, ou está frio... nunca perfeito..

7:45 da tarde  
Blogger Renata Maria Parreira Cordeiro said...

Meu amigo:
O motivo de eu vir hoje aqui é a minha despedida da Blogosfera. Estou partindo, mas mantenho o meu post e o meu perfil. Por isso, posso voltar a qualquer hora. Só que no momento, não posso dedicar-me aos posts. Fiz um post de despedida. Se quiser despedir-se de mim, apareça.
Renata Cordeiro

7:58 da tarde  
Blogger Hermínia Nadais said...

Obrigada amigo! Sem o seu espaço não conseguiria chegar a tão belo poema. Beijo

11:54 da tarde  
Blogger kukilin said...

¡PRE-CIO-SO!
Besitos mil Manolito♥

12:43 da manhã  
Blogger Marysol said...

Bello poema que he disfrutado. Muchas gracias por tus palabras en mi blog, feliz te estoy devolviendo la visita con el deseo de volver a leerte.

5:13 da manhã  
Blogger fgiucich said...

Será posible tener una vida así de simple, en este mundo convulsionado que nos rodea? Abrazos.

12:31 da tarde  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

3:44 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home