quarta-feira, setembro 25, 2013

SONETO ESPIRITUAL

Q ue a matéria do efémero alimente
  a paixão da beleza. Essa a aventura
  do íntimo impulso à límpida corrente,
  sob o influxo do tempo ainda mais pura.
  
  No secreto domínio a luz fremente
  faz-se o signo dos signos, transfigura
  a visão do mistério, halo imanente
  do ido e vivido. Nele é que perdura
  
  o canto das essências, silenciado
  sobre o espelho da sombra. O hoje passado
  converte em esperança o claro enigma

  que no idioma da noite se desfaz,
  e, morte ou vida, é fim e paradigma
  do agora e aqui. Talvez do nunca mais.
  
  Waldemar Lopes

   

5 Comments:

Blogger La Gata Coqueta said...



La vida nos ha regalado un nuevo día
Para que lo rellenemos de momentos felices…
No permitíamos que nadie lo llene de sombras,
Para que continúe siendo un oasis de luz, paz y amor,
Y compartirlo con todos los que nos rodean.
Feliz domingo para ti...

Un abrazo de sonrisas!!

Atte.
María Del Carmen




3:14 da manhã  
Blogger Ana Maria said...

Que belo soneto!
Palavras envolventes no nosso espírito.
Obrigada amigo pela visita no meu blog. Você nem imagina o quanto fiquei feliz.
Virei aqui mais vezes.
Beijinhos de luz!
Ana Maria

10:00 da tarde  
Blogger Rembrandt said...

La vida, a pesar de los sinsabores, es maravillosa, preparemos nuestro espíritu en positivo y lo mejor siempre vendrá.

Gracias por tus palabras y me encanta que me visites , yo haré igual. Abrazos estimado Poeta.
REM

1:35 da manhã  
Blogger Célia sousa said...

Grata pela visita, é sempre com agrado que lemos o comentário de um amigo;
" Soneto Espiritual "
Contem tudo o que faz parte da vida,
beleza,paixão,mistério,aventura,
Modelo ou padrão de vida!?...

Abraço: Célia Sousa

6:57 da tarde  
Blogger Parapeito said...

Ai a vida a vida...tem de ser agarrada com unhas e dentes...
abraço*

9:53 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home