segunda-feira, outubro 12, 2009

LUZ EXTINTA


Por mais triste que a vida nos pareça,
Por mais negra que seja a escuridão,
Há um traço de sol, uma ilusão,
Que nos dá a luz, embora não aqueça.

Como se fosse tímida promessa
Que lábios não disseram, oração
Toda feita de paz e de perdão
De alma gémea que a nossa desconheça.

Dessa réstea de sol vamos vivendo,
Das mortas ilusões outras nascendo,
A alimentar um Bem que mal se olhou.

Tão grande que medi-lo só podemos,
Quando em vida p'ra sempre anoitecemos,
Porque o sol dessa vida se apagou.

Domitília de Carvalho

7 Comments:

Blogger Benó said...

Lindo soneto para começar a semana.Boa escolha.
Boa semana, também

8:18 da manhã  
Blogger Carla said...

porque felizmente há sempre uma luz do outro lado da escuridão
beijos e boa semana

1:44 da tarde  
Blogger Martinha said...

«Por mais triste que a vida nos pareça,
Por mais negra que seja a escuridão,
Há um traço de sol, uma ilusão,
Que nos dá a luz, embora não aqueça.»

É a base daquela ideia de que há sempre uma luz ao fundo do túnel, uma solução para tudo! :)
Beijinho *

3:40 da tarde  
Blogger Ana Maria said...

Belo soneto!
Beijinhos de luz!

11:32 da tarde  
Blogger Baila sem peso said...

A vida é uma luz a amanhecer
na espera de um sol a aquecer
A vida é uma luz a entardecer
quando o sol vai no anoitecer
a luz é uma vida a rodar, a viver...
mal e bem até um dia perecer!
Um dia, ela veio e encantou
no outro ela vai e se apagou!
Mas Luz pode ainda ser
Se em corações permanecer!

Mais um soneto de luz
que a tua semana conduz!
Um beijinho

1:43 da manhã  
Blogger Malena said...

Y es que así es la vida, mi querido Manuel, a una pena sigue una alegría y cuando oscurece sabemos que luego saldrá el sol.

Es preciosa la poesía.

Mil beijos con carinho.

12:51 da tarde  
Blogger Anna D' Castro said...

Oi Manuel como sempre belíssimos poemas para aconchegar os corações.
O Amor é, foi e sempre será a mola real que move o mundo... pena que uma grande parte dos 'homens' ainda não descobriu a maneira de a aplicar em todas as invenções bélicas.
Saudades das suas visitas, e das suas palavras. Vc é sempre um querido.
Um abração
Anna

7:51 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home