domingo, novembro 11, 2007

O SEMEADOR

Robusto semeador, quando semeias
O ventre maternal da terra, quando
A vais, de leira em leira, polvilhando
Do farto grão que espalhas às mancheias,

O sangue que circula em tuas veias
É a força ancestral do miserando
Servo da gleba, ó semeador, semeando
A paz, fecunda e livre, por que anseias.

Há séculos de fomes e canseiras
Que só colhes, das rudes sementeiras,
Despotismos e guerras pelo mundo...

E tu, na auréola de oiro que irradias,
Quanto mais sofres, tanto mais confias
No teu gesto pluvioso, amplo e fecundo!

Conde de Monsaraz

35 Comments:

Blogger O meu mundo said...

bonito:)
bom domingo:)
beijinho*

12:23 da tarde  
Blogger poeta_silente said...

Belíssimo!!!!!!!!!
Pois. Assim somos nós. Mesmo diante tantas tristezas e desventuras, seguimos semeando amor. Pois só ele pode nos preencher e aliviar o sofrimento do outro.
Deus te abençoe.
Beijinhos
Miriam

4:23 da tarde  
Blogger Rui Caetano said...

Perante as diabrras e as contrariedades da vida lá estamos nós a nos erguermos de novo e a seguir.

6:04 da tarde  
Blogger Azul said...

Que bello y que sereno leer estas cositas en domingo...

Bikiños mil :D

8:17 da tarde  
Blogger clautixa said...

espero que o fim de semana tenha sido bem aproveitado..
um beijinho

8:59 da tarde  
Blogger Maria said...

Lindo, a nossa língua é rica e musical.
bjs

11:12 da tarde  
Blogger Ana R said...

Que bella musicalidad.La del poema y la del idioma.

Abrazos grandes para ti

11:42 da tarde  
Blogger Palavras ao vento said...

Belíssimo soneto do Conde de Monsaraz!

Escrito harmoniosamente e tão real...que me fez sorrir na viagem do tempo.

Beijos

1:32 da manhã  
Blogger Bettina Perroni said...

Como siempre disfrutando de tus poemas que llegan muy hondo.

Manuel, paso a dejarte abrazos y a desearte un feliz inicio de semana

Besitos,

5:35 da manhã  
Blogger Silvia Madureira said...

Um semeador seja de amor, de paz ou mesmo de sementes no grande sentido da palavra é um criador de vida como tal deveria ser louvado.

silvia

9:37 da manhã  
Blogger Olhos de mel said...

Manuel! Um belo poema! E ainda bem que apesar de tudo, continuamos plantando esperança...
Que sua semana seja feliz!
Beijos

12:19 da tarde  
Blogger Maria Clarinda said...

"...O sangue que circula em tuas veias
É a força ancestral do miserando
Servo da gleba, ó semeador, semeando
A paz, fecunda e livre, por que anseias."
Simplesmente maravilhoso.
Jinhos

2:02 da tarde  
Blogger Bruxinhachellot said...

"Lá vai o semeador,
semeando a sua semente
e na terra ela vai caindo
cada vez em solo diferente."

Lembrei-me de uma música que cantava quando criança.

Beijos de água.

6:10 da tarde  
Anonymous cristina said...

Magnifico,et lindo poèma.
Nâo conhece Conde de Monsaraz,desculpe!!
Bâo tarde.

7:55 da tarde  
Blogger Alice Matos said...

Bonito poema...

Tenho Bocage no Detalhes...

Um beijo...

12:47 da manhã  
Anonymous Sônia said...

Sublime...



Bom dia!

9:43 da manhã  
Blogger fgiucich said...

Sembrador que recorre la tierra de tantos señores, germinando el fruto de una riqueza que, raramente ,la podrá disfrutar. Abrazos.

11:40 da manhã  
Anonymous Célia said...

Ola querido Manuel, tudo bem ?
A vida corre em nossas veias, temos vida e isso nos traz sentimentos e momentos, não tem como tirar isso de nós.
A momentos felizes e trsites também, mas aprendemos que o amor faz parte de tudo na vida.
Beijos a você.
Célia

5:55 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

Mais um bonito soneto. Boa escolha.
Um abraço

11:43 da tarde  
Blogger mar said...

Palabras bellas a estas horas de la noche...gracias por ello.
Un besito.Mar

11:50 da tarde  
Blogger marie said...

muy hermoso
saludos que estes muy bien

te cuidas

adios

12:17 da manhã  
Blogger Mikas said...

Semear a vida :-) com a poesia

10:24 da tarde  
Blogger Vera said...

Mais uma belíssima escolha!
Realmente, em português, temos poetas fantásticos!

Beijinhos

12:19 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Oie Manuel, passei pra lhe ver e deixei beijinhos...

7:33 da tarde  
Blogger david santos said...

Por favor!
Ajuda a que se faça Justiça a Flávia. Se és um ser com sentimentos, ajuda!
Eu jamais invadirei teu blogue, garanto! Mas ajuda.
Repara bem: eu, tu, seja quem for, tem nosso pai, nossa mãe, nosso irmão ou irmã, ao longo de 10 anos em coma, que vida será a nossa?
Se não tivermos a solidariedade de alguém com sentimentos, que será de nós?

TEMPO SEM VENTO

Ah, maldito! Tempo,
Que me vais matando,
Com o tempo.
A mim, que não me vendi.
Se fosses como o vento,
Que vai passando,
Mas vendo,
Mostrava-te o que já vi.

Mas tu não queres ver,
Eu sei!
Contudo, vais ferindo
E remoendo,
Como quem sabe morder,
Mas ainda não acabei
Nem de ti estou fugindo,
Atrás dos que vão correndo.

Se é isso que tu queres,
Ir matando,
Escondendo e abafando,
Não fazendo como o vento:
Poder fazer e não veres
Aqueles que vais levando,
Mas a mim? Nem com o tempo!

12:21 da tarde  
Anonymous Arte de Amar said...

Os olhos são o espelho da alma.
E se isso, verdade é,
deixe-os serem a janela,
e veja por um instante
minha alma de mulher.

Vê a borboleta
que em doces volteios
acaricia suave, seus cabelos?

São meus dedos.

Feche os olhos e sinta.
Ao som suave da brisa,
minhas carícias que
vão lhe envolvendo.

Sinta o toque na pele,
que traçando seu rosto
vai descendo mansinho
em direção ao seu peito.

São meus beijos.

Sente o roçar pela cintura,
como asas de libélula voejando?
É minha língua.
Vou adentrando.

Das vestes, já liberto,
sinta o tempo de agosto
que vai molhando seu corpo.

Estou provando seu gosto.

Segure de leve, pressionando,
minhas ancas
transformadas em rédeas,
enquanto vou cavalgando.

Fica assim...
Parado a sentir
o veludo húmido lhe envolvendo.

Você está dentro de mim.

Rápido...
Vem comigo!
Vamos chegar ao fim...

Agora abra lentamente seus olhos.
Sinta a vida transformada
em seiva que de seu corpo flui.

Não me procure.
Como a tarde dessa primavera

Eu já fui...


Beijinhos na boxexa
Bom Fim de Semana
Arte de Amar
www.intimomisterio.blogs.sapo.pt

2:13 da tarde  
Blogger Martinha said...

Um soneto muito bonito!
Talvez um pouco do que nós podemos ser: semeadores da vida.
Um beijo Manuel *

3:09 da tarde  
Blogger Alice Matos said...

Passei para deixar o meu carinho...
Bom fim-de-semana...

5:16 da tarde  
Anonymous carla granja said...

♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥
......... ) ` - . .> ' `( ........
........ / . . . .`\ . . \ ............vim♥
. ....... |. . . . . |. . .| ...........te♥
.. ....... \ . . . ./ . ./ ..........fazer♥
........... `=(\ /.=` ...............uma♥
............. `-;`.-' ............ .visita♥
. .............. `)| ... , ............ e♥
................ || _.-'| ......... deixar♥
............. ,_|| \_,/ .............. uma♥
. ...... , ..... \|| .' ..............rosa♥
....... |\ |\ ,. ||/ .................para♥
. ... ,..\` | /|.,|Y\, ................que♥
..... '-...'-._..\||/ ............ ....seu♥
......... >_.-`Y| .....................dia♥
.............. ,_|| .................fique♥
................ \||.............perfumado♥
................. || .............♥
................. || .Bjs...♥
passando para te ler e para te desejar um bom fim de semana
bjo
carla granja

7:44 da tarde  
Blogger Celeste said...

Ese mismo sembrador, es cantado y conocido por nosotros como Pablo Pueblo.

Hermoso soneto, lleno de realidades.

Beso celeste.

8:35 da tarde  
Blogger MAR said...

Muy hermoso.
Besos para ti con mucho cariño.
mar

8:38 da tarde  
Blogger Entre linhas... said...

Um espelho do nosso semelhante...
Bom fim de semana
Bjs Zita

4:06 da tarde  
Blogger mulherazul said...

pasei para te desejar um bom fim de semana, todos dizem um bonito poema eu não digo nada, só que foi uma boa escolha, brigadinha por teres passado....kisss

10:47 da manhã  
Blogger Saramar said...

Lindíssimo!

O semeador de vida e sua triste e injusta colheita.

Achei interessante o poema ter sido escrito por um "conde". A menos que seja apenas pseudônimo.

beijos, boa semana para você.

11:52 da tarde  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

3:55 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home