sábado, março 08, 2014

ELOGIO DA VIRGINDADE

Não, não é uma jóia pela qual se paga.
É só a primeira vez de alguma coisa enorme
que envolve o prazer e não envolve o prazer
porque a ciência do prazer é ela mesmo prazerosa.
Também não é a marca sem a qual tudo perde
a legitimidade e o valor consequente.
Não é nada melhor nem pior do que nada.
 
Mas é um minuto, o minuto antes de,
quando a gente está vivo e frui a vida
e ainda não sabe o quanto ela se guarda.
 
Não ignoro o relativo resistir de uma membrana
e todo o lado trágico que isso trouxe à História.
Não ignoro o perigo de supervalorizáa-la;
mas ressalto o perigo de não lhe dar valor nenhum.
Antes você não sabia de nada, você só sabia
que havia alguma coisa que você quase ignorava.
Agora houve uma dor perfeitamente suportável
e um pequeno prazer perfeitamente suportável.
O melhor vem depois. Mas isto, a descoberta,
a promessa de novas e infinitas angústias,
o começo de um caminho que findará na morte,
isso, meu bem, não dá pra perder calmamente
no banco posterior de um automóvel.
 
Renata Pallottini

11 Comments:

Blogger La Gata Coqueta said...


Gocemos de las pequeñas cosas que la vida nos ofrece;
para encontrar la verdadera felicidad
no necesitamos ser ricos o poseer grandes bienes,
sólo necesitamos tener riqueza en el corazón
y llenarlo con cosas positivas.

Bendiciones en abundancia para ti
y para toda tu familia en esta bella
y esplendida semana que hoy comienza.

Un abrazo de felicidad para ver el horizonte
con la consabida ilusión y apertura de ilusiones.

Atte.
María Del Carmen





7:31 da tarde  
Blogger இڿڰۣ FLO said...

JE viens te dire bonsoir et bonne soirée aussi

4:05 da tarde  
Blogger ⊰✿⊱France ⊰✿⊱ said...

Je viens te souhaiter une belle soirée et j'espère que tu vas bien
et que le temps est superbe chez toi bise

4:14 da tarde  
Anonymous Mamé09 said...

Bonsoir Manuel !
Bon weekend amicalement Mamé

4:28 da tarde  
Blogger Marta Vinhais said...

Interessante o poema; um tema invulgar mas bem desenvolvido - um passo importante na vida da pessoa.
Obrigada pela visita; há quanto tempo...
Espero que voltes mais vezes...
Beijos e abraços
Marta

6:10 da tarde  
Blogger ღ ✽ ღ Nancy ღ ✽ ღ said...

✿•̃‿•̃✿
Coucou et merci pour ce beau post !
GROS BISOUS d'Asie
et bonne continuation !

6:00 da manhã  
Blogger ⊰✿⊱France ⊰✿⊱ said...

BON DImAMCHE à toi sans vent si possible
car ici il souffle tant
bise

8:07 da manhã  
Blogger La Gata Coqueta said...



Queda prohibido no intentar comprender a las personas,
pensar que sus vidas valen más que la tuya,
no saber que cada uno tiene su camino y su dicha.

Queda prohibido no crear tu historia,
no tener un momento para la gente que te necesita,
no comprender que lo que la vida te da, también te lo quita.

Queda prohibido no sonreír a los problemas.
Queda prohibido no buscar tu felicidad…
…yo la busco cada amanecer y me responde con una sonrisa.

¡¡Un cálido abrazo
y feliz domingo!!

Atte.
María Del Carmen





1:08 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

Gostei do poema. Um tema que quase ninguém trata, em poesia, desta maneira tão natural.
Abraço.

4:14 da tarde  
Blogger Pérola said...

A virgindade pode vestir-se de tantas maneiras: fisica, psicológica, ...

Quantos morrem virgens de tanta coisa.

Há que aproveitar a vida e ser feliz na nossa medida.

Beijos.

6:40 da tarde  
Blogger La Gata Coqueta said...



Existe un lugar donde todo es posible...
Donde todo es verdadero, donde se siente paz,
donde las flores tienen un aroma especial,
y los abrazos van acompañados de una esencia diferente.

Y en este lugar…
¡¡El corazón!!

Es donde yo acojo al amigo que tiene la amabilidad,
de pasar a visitarme y dejarme
unas palabras salpicadas de cariño cada semana.

Besos y abrazos multicolores en este domingo,
para ese especial amigo hoy mañana y siempre!!

Atte.
María Del Carmen




2:58 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home