segunda-feira, janeiro 02, 2012

AS ALDEIAS

Eu gosto das aldeias sossegadas,
com seu aspecto calmo e senhoril,
erguidas nas colinas azuladas,
mais frescas que as manhãs finas de Abril.

Pelas tardes das eiras, como eu gosto
sentir a sua vida activa e sã,
vê-las na luz dolente do Sol-posto,
e nas suaves tintas da manhã !

Alegram as paisagens as crianças,
mais cheias de murmúrios do que um ninho,
e elevam-nos às coisas simples, mansas,
ao fundo, as brancas velas dum moinho.

Pelas noites de Estio, ouvem-se os ralos
zunirem suas notas sibilantes ;
e mistura-se o uivar dos cães distantes
com o canto metálico dos galos.
Gomes Leal

15 Comments:

Blogger Alice Matos said...

Um bonito poema...
Eu também gosto das aldeias...

Beijo

8:57 da tarde  
Blogger Isabel José António said...

Olá Amigo DE PROPÓSITO,

Vrenho retribuir a sua visita e desejar-lhe que o ano de 2012, pese embora a famigerada crise, possa trazer-lhe paz e alegria.

Parabéns pelo bom gosto da escolha deste poema.

É certo que a paisagem exterior
Ajuda a suavizar ou a complicar
A chama que está em nosso interior
E que nos impele ou impede de amar

Mas a verdadeira fortaleza está
Na posse de quem apenas a vê
Pois a vida está cá e também lá
E é de quem verdadeiramente crê

Trabalhemos, pois, nosso interior
Para para que todas as situações
Possam converter-se no eterno amor
Que ilumina os nossos corações

Um bom ano de 2012.

Um abraço

José António

3:24 da tarde  
Blogger María del Carmen García Lombardía said...

Hermoso decir en tu poema!
Bravo por tu pluma.

Dejo mi huella..
desde una lejana tierra:
Pampa Argentina,
A sabiendas que en estos lares
hay alguien que en ti piensa,
y esparce semillas
de paz con justicia,
amor en solidaridad
y armonía genuina,
haciendo un culto de la amistad.
Un abrazo con cataratas de luz
Vengo de:
www.pancon susurros.blogspot.com
y voy a:
www.cuerposanoalmacalma.blogspot.com
y seguir las direcciones al final de cada entrada.
Tuya
María del Carmen García Lombardía

7:29 da tarde  
Blogger Maria said...

Hola Manuel
Muy bella poesia.
MUY FELIZ DIA DE REYES.´
Saludos

10:29 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Bom reler...e saber que alguém , tal como eu, também aprecia!
Bj

12:22 da tarde  
Blogger La Gata Coqueta said...



En una hoja en blanco escribo
un bello día de cumpleaños,
un amanecer de ilusiones,
y un año más de vida,
que con placer comparto.

En Mis caricias del alma
he dejado un trozo de tarta
y un sencillo detalle,
para celebrar este día
con la calidez de tu alma.

María del Carmen

2:02 da tarde  
Blogger marina said...

Me gusta leerlo en voz alta. Versos que dibujan paisajes, melodías de la infancia, recuerdos...

Precioso poema...!

Te deseo un feliz año 2012 lleno de poesía y creatividad.

Abrazo,

5:39 da tarde  
Blogger Susaninha said...

É BOM LER...
ADOREI:)
SUUUUUUUUUUrrisinhos enormes:)

10:15 da tarde  
Blogger sandrafofinha said...

Eu vivo numa aldeia e gosto de cá viver mas por vezes gostava mais da cidade para passear muito mais tempo. Viver no sossego é muito bom principalmente quando me apetece fazer o meu ponto de cruz sem ninguem a chatear a minha volta mas por vezes a movimentação da cidade tambem era excelente!! No entanto acho que não trocaria a aldeia pela cidade,mas de vez em quando gostaria de passear e acho que a cidade é mais ideal para isso. Mil beijinhos doce amiguinho!!

7:28 da manhã  
Blogger Dalva Maria Ferreira said...

Que bonito retrato de uma aldeia. Eu conservo um retrato assim ideal da minha terra, que hoje mudou, e não sempre para melhor.

1:14 da tarde  
Blogger Maria Valadas said...

Bela escolha para partilhar, Manuel!

Venho desejar um BOM ANO DE 2012 com
Saúde e Harmonia.

Beijo amigo.

Maria Valadas

4:04 da manhã  
Blogger Maria Valadas said...

Bela escolha para partilhar, Manuel!

Venho desejar um BOM ANO DE 2012 com
Saúde e Harmonia.

Beijo amigo.

Maria Valadas

4:05 da manhã  
Blogger Algaire said...

Precioso poema de Gomes Leal, te felicito por su publicación.

Buen día

8:53 da manhã  
Blogger elvira carvalho said...

Mais um poeta que não conhecia. Gostei do poema. Também sou uma apaixonada pelas aldeias.
Um abraço e que tenha um bom ano.

5:15 da tarde  
Blogger vieira calado said...

Olá, boa noite!

Já um pouco tardiamente

venho retribuir os seus votos de Bom Ano de 2012.

Saudações poéticas!

10:56 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home