domingo, março 21, 2010

ÁRVORE DO MEU JARDIM

Esta árvore é minha irmã
Não a cortes
Nem a firas,
Antes sua sombra prefiras
Deixando-a viver o amanhã.
São brancas e belas suas flores
Tão puras como nossos amores
Gerados em seiva fecunda e sã.
Está árvore é minha irmã.
Seus galhos são braços
Enleados em ternos abraços
Ao céu erguidos e felizes.
Assim junto meus braços aos teus
No zimbório desses céus
Onde estão nossas raízes.

Maria Elisa Conceição Vicente de Figueiredo Duarte

3 Comments:

Blogger Maria said...

Tão bonito...
Bom domingo!

12:16 da tarde  
Blogger poeta_silente said...

Oi, Manuel
Belo poema.
Árvores da Vida...
Obrigada pela visita.
Deus te abençoe.
Miriam

9:37 da tarde  
Blogger Rafael Ceciliano said...

Te convido para visitar meu blog: http://raioxceciliano.blogspot.com

Se possível, me seguir pq tenho poucos seguidores. Isso me deixa desmotivado! rs'

Um abraço e aguardo sua visita...

by: Rafael Ceciliano.

6:21 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home