segunda-feira, maio 11, 2009

VINICIUS DE MORAES

SONETO DE VÉSPERA

Quando chegares e eu te vir chorando
De tanto te esperar, que te direi?
E da angústia de amar-te, te esperando
Reencontrada, como te amarei?

Que beijo teu de lágrima terei
Para esquecer o que vivi lembrando
E que farei da antiga mágoa, quando
Não puder te dizer por que chorei?

Como ocultar a sombra em mim suspensa
Pelo martírio da memória imensa
Que a distância criou _ fria de vida

Imagem tua que eu compus serena
Atenta ao meu apêlo e à minha pena
E que quisera nunca mais perdida...

Vinicius de Moraes

19 Comments:

Blogger Mònica said...

Oh :(
me gustaria poder opinar sobre el poema pero no entiendo nada de lo que está escrito en él. Hablo castellano y catalan, y este no se que idioma es.

Si me dices de que idioma se trata quizás pueda traducirlo con el traductor de google.


Gracias y un enorme beso

11:09 da manhã  
Blogger Irene said...

muito lindo este soneto de Vinicius!
Obrigada pelo comentário no meu espaço.

12:07 da tarde  
Blogger Mònica said...

Per oblidar el que he experimentat recordar...

Es... Perfecto.

Un beso

12:08 da tarde  
Blogger Martinha said...

Um poema repleto de angústias... Mas bonitinho. :) *

10:15 da tarde  
Blogger Maria João said...

Quanto o amor se constroí de presenças e ausências de mágoas e reencontros...

Vinicius é uma referência no canto da vida e do amor, sem dúvida!

Um abraço

10:40 da tarde  
Blogger Branca said...

Lindo soneto...embora retrate um amor cheios de angústias e mágoas!

1:48 da tarde  
Blogger Concha said...

Nunca fico indeferente a Vinicius de Moraes.
Os meus pais idolatravam,todas as letras,todas as músicas,não só Vinicius,Tom Jobim,João Gilberto...cresci a ouvir bossa nova.
Geração de ouro,talento e luta,fizeram história e cultura.
Um abraço

2:23 da tarde  
Anonymous Trini said...

Los sonetos son musicales hasta cuando no comprendemos el idioma en que están escritos.

Un abrazo

3:48 da tarde  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

nostálgico!

beij

8:42 da tarde  
Blogger Baila sem peso said...

Vinicius de Moraes um poeta rei
hoje é tudo que direi!
Um soneto que não conhecia
e que com ele me alegrei!

pese embora é soneto chorandomas que belo é o seu lembrandoObrigada pela partilha
Vinicius é dos poetas da minha "cartilha"! :)

Boa semana
Beijinho

1:43 da manhã  
Blogger Cecilia said...

El que no ha amado no puede extrañar. Bellísimo soneto. Un abrazo Manuel.

2:48 da manhã  
Blogger Ana Maria said...

Belo presente que nos deu, um soneto lindo de Vinícius de Moraes.
Beijinhos!

3:57 da manhã  
Blogger anareis said...

Estou fazendo uma campanha de doações para meu projeto da minibiblioteca comunitária e outras atividades para crianças e adolescentes da minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todas as pessoas de bom coração,pode doar de 5,00 a 20,00. Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos. Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

12:43 da tarde  
Blogger Carla said...

adoro Vinicius e este poema não é excepção
beijos

3:40 da tarde  
Blogger Carla said...

Paulo
uiiii nada disso, mas obrigada
beijos

3:40 da tarde  
Blogger Fátima said...

Passei para deixar um abraço.

6:55 da tarde  
Anonymous Luisa said...

Ao ler algum dos comentários, achei engraçado aquele duma espanhola que pergunta em que língua está este soneto escrito.Se nós percebemos o castelhano por que é que eles não nos entendem???? O Vinicius fez escola e é um mito que nunca desaparecerá.

11:39 da tarde  
Blogger ลndreia said...

Que grande poeta... *

1:18 da manhã  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

3:34 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home