domingo, novembro 26, 2006

OS OLHOS ABERTOS PARA O NADA



Tendo os olhos abertos para o Nada,
O Nada cresce pavorosamente;
E mais olhando, mais petrificada
nos fica a alma __ em Nada permanente.

E o Sol e o Tempo já não contam nada,
e a Luz e a negridão passam à frente;
O Amor e a Terra __ cinzas de abalada,
flores do Nada, gélido poente . . .

Nascer, abrir os olhos, ver e crer,
sorrir, amar e ter desilusões . . .
Das cinzas em esperança renascer;

Guardar mistérios, suaves ambições,
Saber, Sentir, Sofrer... e por fim ter
em Tudo __ O NADA __ só limitações!

Helena de Carvalho

17 Comments:

Blogger Freyja said...

los ojos abiertos para todo
a traves de ellos vemos el mundo a medida vamos creciendo
vemos desde el amor al desamor
y guardan todo lo que ven
besitos y un abrazo grande
muchos cariños


besos y sueños

5:17 da tarde  
Blogger Velutha said...

Um poema lindo. Como sempre.
Beijos

2:27 da tarde  
Blogger fgiucich said...

Me hace acordar de un viejo refrán español que dice: ojos que no ven, corazón que no siente. Abrazos.

3:51 da tarde  
Blogger Bettina Perroni said...

o antes pensaba que mientras no ver no creer... pero los ojos a veces también se engañan...

confuso no? pero lindo :)

Un abrazo enorme Manuel

4:49 da tarde  
Blogger A MUDANCA said...

Quantas vezes temos os olhos abertos para o nada!
Mas eu agora abri os meus e vi um belo poema, adorei..

Beijo

FF

5:13 da tarde  
Anonymous acordomar said...

coo diz o post antigo, as vezes temos os olhos abertos par "o nada".
Poema muito lindo, gostei mto.
As fazendas estao bem? lol
Beijocas e b f semana;*

6:42 da tarde  
Anonymous acordomar said...

Ai, a m/ escrita ta muito mal ...
queria dizer o post anterior, e qt ao resto, olha desclp os erros. isto é que vai uma crise....

6:44 da tarde  
Blogger Fúria das Águas said...

Oi menino, o nada é uma palavra tão triste.
Um beijo e bom fim de semana.
Fica bem
Temp_nua

7:47 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Qué alegria, espero que entiendas un poquito, mi padre era gallego, por eso puede entender bastante de tu idioma.
Qué poema tan bello
Ahora voy a seguir leyendo e aprendiendo o portugues a lengua que muito me fascina
perdona as mias limitações
Me encanta haberte encontrado en mi camino.

9:40 da tarde  
Blogger delusions said...

"Tendo os olhos abertos para o Nada,
O Nada cresce pavorosamente;
E mais olhando, mais petrificada
nos fica a alma __ em Nada permanente."

que soneto lindo e poderoso...

bjs
bom domingo*

10:57 da tarde  
Blogger farinho said...

O nada é o infito
escondido na profundeza
de um pensamento
o nada é aproveitarmos
o que nos reserva a vida
enquanto houver pensamento
o nada é querer ter tudo
e por vezes não receber NADA.


Beijocas.

1:18 da manhã  
Blogger LUA DE LOBOS said...

adorei
xi
maria de são pedro

9:35 da manhã  
Blogger poeta_silente said...

O NADA é o TUDO, quando estamos em paz. Nada é "nada", se não tivesse existido, antes, o TUDO.
Nosso TUDO está em nós e nosso NADA, fora de nós. Tudo em nós deve ser levado em consideração e deve ser amado por nós mesmos. NADA fora de nós pode ser mais importante do que Deus e do que nós mesmos. Porque só seremos TUDO para alguém, se formos TUDO para nós. E, a colocação de DEUS fora de nós, é contraditória, até porque Deus deve estar em nós.
Beijos
Miriam

8:48 da tarde  
Blogger Vera said...

E quantas vezes olhamos para nada... Quantas vezes temos a alma cheia de nada...
Beijinhos!

12:28 da tarde  
Blogger Alex said...

A incompreensão ...

10:42 da manhã  
Blogger anrasaxa said...

lindo..

11:40 da tarde  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

4:04 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home