quarta-feira, junho 07, 2006

O NÃO TER TEMPO


O NÃO TER TEMPO

Deus me pede do tempo estreita conta!
É preciso dar conta a Deus do tempo;
mas, quem gastou, sem conta, tanto tempo,
Como dará sem tempo tanta conta?

Para fazer a tempo a minha conta,
dado me foi, por conta, muito tempo:
mas não cuidei na conta e foi-se o tempo...
Eis-me agora sem tempo, eis-me sem conta!

Ó vós que tendes tempo sem ter conta,
não o gasteis sem conta em passatempo:
cuidai, enquanto é tempo, em terdes conta.

Pois, se quem isto conta do seu tempo
houvesse feito a tempo apreço e conta,
não chorava sem conta o não ter tempo.

Anónimo

9 Comments:

Blogger AZUL said...

Un placer pasarse por aquí....y disfrutar de la poesía que nos regalas!!

Mil beijos ;)

12:50 da manhã  
Blogger Ana said...

Uma forma de jogar com as palavras que faz pensar.
É bom ter tempo para vir aqui.
Um beijo.

1:46 da manhã  
Blogger Sara MM said...

eh!eh!eh!
coisa séria... mas ficou bem bem divertido ! eh!eh!

AH pois!!! Ponham-se a pau- senão nem tempo nem conta :o)

Bjss

9:59 da manhã  
Blogger Miguel said...

O tempo ...!!??

"Perguntei ao tempo, quanto tempo, o tempo tem?
O tempo respondeu, o tempo tem tanto tempo quanto o tempo tem!"

Um abraço,

Bjks da Matilde

11:02 da manhã  
Blogger Isa Calixto said...

Não choro pelo tempo não ter conta
Porque quando faço conta do tempo
Vejo que não vale chorar por conta
Se para mim não tem ele seu tempo


Um beijinho com tempo, por conta do que nos trazes aqui!

11:30 da manhã  
Blogger Lagoa_Azul said...

"...Por diversas vezes deixamos passar o Tempo, porque não temos Tempo para dedicar algum Tempo aos amigos de quem gostamos...
Depois de um dia para o outro o Tempo leva-nos a aí é tarde demais para trazer o Tempo de volta!
Mas hoja fiz parar o Tempo para dizer com Tempo aos que quero muito, o quanto os adoro..
Obrigado pelo Tempo de hoje!
E que amanhã tenhamos Tempo para dizer que os bons amigos nunca se esquecem...
Desejo-te todo o Tempo do mundo..."

Desconheço o autor,

Mas os beijos com carinho , esses são enviados por mim...

8:33 da tarde  
Blogger Pete said...

Eu tenho sempre tempo e tenho a noção de que devo aproveitá-lo ao máximo pois o Carnaval são três dias, a vida são dois dias e um já passou (penso que é assim).

Um Abraço e bom fim-de-semana,

Pedro Gonçalves.

3:08 da tarde  
Blogger Poesia Portuguesa said...

Um soneto d época barroca e que estudei em tempos, alguns atribuem-no ao Padre António Vieira, mas efectivamente foi escrito, no século XVII, por Frei Castelo Branco.

Já agora deixo um excerto do P.e António Vieira

"…sou homem do tempo; com ele vivo, com ele morro,
com ele adoeço, com ele saro..."

Um abrço e bom domingo ;)

11:14 da manhã  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

2:55 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home