domingo, fevereiro 25, 2007

LIBERTAÇÃO

Não sofro porque não tenho
ilusões a quem servir;
sou como um dia de Outono
olhando no chão as folhas
que o vendaval fez cair.

Não sonho, que não é bom
enganos dentro da gente.
Já neste mundo aprendi
que o sonho, como o amor
vai matando lentamente.

Deixei pender os meus braços
como cruz feita em pedaços.

Nem a morte nem a vida
me abalam o coração.
Sou como rocha batida
pelo vento a toda a hora:
falo da vida, não freme,
penso na morte, não chora.


Maria Adelaide Motta D'Oliveira

30 Comments:

Blogger belita said...

Por el contrario yo creo que no tener sueños igual que no amar es lo que mata lentamente. Nadie dijo que los sueños hayan de hacerse realidad o que el amor para sentirlo haya de ser correspondido.

Besos

5:57 da tarde  
Anonymous Jofre Alves said...

Mais um bonito poema desta antologia de qualidade, como qualidade tem o blogue. Para apreciar e gostar.

6:02 da tarde  
Blogger Freyja said...

cada sentimiento logra que nuestra alma sienta
las ilusiones nos llevan siempre a momentos que deseamos y los sueños nos ayudan a caminar
podemos liberarnos de un nombre o un momento pero del amor nunca
es lo que nos hace tener ilusione sy sueños, nos da vida
sufrir es parte de la vida y nos da la oprtunidad de crecer, solo que a veces el dolor cuesta sobrellevarlo
te dejo muchos cariños, una hermosa semana y que estes muy bien
besitos amigo

(ahhh en el poema anterior donde dejas la direccion de wikipedia es la que hace que la columna derecha se alla ido hacia abajo
es un ancha y produce el desajuste en el blog )

besitos y cuidate



besos y sueños

6:32 da tarde  
Blogger Exemplo AVERA said...

Primera vez que visito esse blog
Muito bom

Com relação aos sonhos, estes são projeções da alma.
Para que os sonhos tenham significado e sentido, a alma deve ser uma projeção do Amor

Um abraço

6:57 da tarde  
Blogger Papoila said...

Ola, vim retribuir a passagem no meu cantinho, sonhos sao nuvens de algodao doce colhidas ao anoitecer no jardim dos pensamentos, deixo-te um doce bjinho,
Papoila Sonhadora,

7:23 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

Poema intenso - onde se lê[sente]profundidade

Mas resta-nos sempre o sonho...

Obrigada pela partilha

Beijinhos com carinho

8:15 da tarde  
Blogger MalucaResponsavel said...

Eu sofro, eu sonho, eu espero, eu anseio, eu temo, eu amo, eu sinto... é esse o viver q qro para mim. n sei a q proposito, mas li as palavras deste poemas por duas vezes e estas fizeram-me recordar isso q escrevi em primeiro lugar e tb, ql é para mim a diferença entre liberdade e libertaçao... bj

10:07 da tarde  
Blogger MARIA VALADAS said...

Mais um belo poema que nos presenteia!
Assim, não é a quantidade..mas a qualidade que os nossos olhos encantam!

Bejos da
Maria

11:37 da tarde  
Blogger poeta_silente said...

manuel!
Eu sonho. Eu ouso! Persisto e acredito. Luto e alcanço. Vou à estrada carregada de esperança, que me dá força para encontrar o "início" do Arco-Iris. Já o encontrei. Estou caminhando ao seu lado... esperando que seus raios cheguem à mim, fortalecidos pelo brilho da luz...
Será uma incógnita?
beijos
Miriam

1:39 da manhã  
Blogger Siboney said...

Já neste mundo aprendi
que o sonho, como o amor
vai matando lentamente.



.... e que facer sen sonhos???

12:23 da tarde  
Blogger MARTA said...

Bonito poema - no entanto, sente-se que está desiludida com a vida, em si e desconfia de tudo..
Mas, sem sonhos, fica-se ainda mais só..
Beijos e abraços
Marta

1:47 da tarde  
Blogger Solitária said...

Ui!! Nem sei se comente, porque este tocou me... Será que ainda vale a pena sonhar?
Boa semana
**BJS**

4:11 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Eu sofro porque tenho
Ilusões e muita espera
Sou a noite de um Outono
E o dia de uma Primavera
Que o Tempo fez seu dono.

Sonho acordada e a dormir
Enganos e certezas a sorrir
Choro este meu doce sentir
Que o Tempo leva a florir
E a Vida passa nele a fugir.

Não quero perder embaraços
Mesmo com o coração em pedaços!

Que a vida e a morte são hora
Que encontramos á porta de fora
E mais vale um coração que chora
Que uma pedra que nunca implora
Não O sentes?...passou aqui agora!


Poema triste mas bonito, o desta poetisa!!!! Talvez seja uma forma de libertação, não deixar sofrer o coração...deixo em cima o meu "recadinho"...talvez eu prefira a "prisão" :o)
Beijinhos com muita AMIZADE
I.

6:03 da tarde  
Blogger _lara_ said...

Com o tempo, e com o que a vida nos ensina, vamo.nos tornando rochas frias, vamos perdendo cor e calor!...

Um beijinhu...***Boa semanita que ta a começar agora!

7:22 da tarde  
Anonymous ollybry said...

Sonhos que a vida deveria comandar, mas é o sonho que por vezes nos comanda...Bjca

7:57 da tarde  
Anonymous particulasdotempo said...

Sonhar faz-nos sentir desenganados com as crueldades da vida,sonhar é alimentar a esperança...

Beijinhos Zita

9:16 da tarde  
Blogger Conceição Bernardino said...

Olá,
Espero que me desculpe forma como faço os meus comentários, mas é pura e verdadeira...
Para mim não chega, dizer está bonito ou lindo – por isso gosto de deixar pensamentos frases de outros autores como presente da minha gratidão e do meu encanto do que leio, do que observo nas imagens e na escrita.
É a minha maneira de ser esta...
A critica faço-as, da forma como somos tratados pelo Estado que ignora os problemas da nossa sociedade e como pouco ligam aos grandes talentos que encontro nos blogs.
Peço desculpa e se alguém não gostar da forma como faço os meus comentários agradecia que me dissessem pois tentarei melhorar.
Sou apenas uma amadora de escrita que escreve pela beleza de sentir na escrita as palavras que me vão na alma e penso que é essa a beleza que encontro naquilo que leio cada um escreve com a sua beleza.
Não quero com isto desrespeitar ninguém até porque as palavras lindas, bonito têm um grande significado no meu vocabulário.
Boa semana
Beijinhos
Conceição Bernardino
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

10:18 da tarde  
Blogger delusions said...

Ninguém é assim de verdade...Embora fosse bom (e daí talvez não) ser assim. Pelo menos as desilusões eram menores.

Bjs* boa semana

11:01 da tarde  
Blogger Sandra said...

Deixar de sentir é deixar de viver...ser indiferente é morrer...

Beijinho

(Conceição, já tenho lido muitos textos teus e digo-te que de amadora não tens nada: cá para nós deixa-me que te diga que sinto um grande orgulho pela forma como enfrentas a vida. Bj.)

11:28 da tarde  
Anonymous Menina do Rio said...

Se é pedra, é morta. Não sente, não chora... Mas deixa saber que das pedras brotam verdes musgos,sobre o limo...

Beijos

11:50 da tarde  
Blogger Deus@ Misterios@ said...

Ola meu doce Amigo
Vim te desejar um lindo começo da semana
lindo poema sempre um bom gosto...



beijoooooooo

12:15 da manhã  
Blogger Freyja said...

gracias Manuel por tus bellos saludos en Escuridao donde los versos danzan
hermoso tu saludo amigo
te dejo muchos cariños y que sea una linda semana
besitos y cudiate



besos y sueños

1:53 da manhã  
Blogger Freyja said...

mi lindo Manuel gracias por tus saludos en Poesia, la nostalgia es parte de la vida, se vive y se siente
pero siempre esta la esperanza que logra sanar el alma y la vida logra darnos siempre cosas lindas
gracias amigo
besitos y tu tambien mereces lo que sueñas
cuidate mucho



besos y sueños

4:41 da manhã  
Blogger Maria Clarinda said...

Obrigada pela tua visita.Adorei os poemas que li no teu blog, voltarei mtas mais vezes.
Jinhos

10:49 da manhã  
Blogger Vera said...

Lindo poema!
"Nem a morte nem a vida
me abalam o coração."
Gostei muito!

Beijinhos

11:10 da manhã  
Blogger Maria Cristina said...

un abrazo grandote pase para saludarte y siempre es gusto tenerte en casa te dejo mi email:
maria_cristinamoreno@hotmail.com

2:33 da tarde  
Blogger Gracinha said...

SOU SUA FÃ!!!

´´´´´´´´´´´¶
´´´´´´´´´´¶¶
´´´´´´´´´¶¶¶
¶¶¶´´´´´¶¶´¶
´¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶
´´´¶¶´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´¶¶´Fô¶¶¶¶
´´´´¶¶´´´´´¶¶¶
´´´¶¶´¶¶¶¶´´¶
´´¶¶¶¶¶´´¶¶´¶´
´¶¶´´´´´´´´¶¶¶´
Você já ganhou a sua, agora vou
ver se ganho a Minha Também. Passe para seus AMIGOS,
e ganhe mais Estrelinhas também.
TENHO CERTEZA QUE VC VAI FICAR CHEIO DE ESTRELINHAS BJS

2:47 da tarde  
Blogger serenidade said...

Muito bonito, mas não concordo quando refere que os sonhos vão matando aos poucos... o sonho comanda a vida, não ter sonhos, isso sim, mata...

Beijos serenos.

4:39 da tarde  
Blogger fgiucich said...

Una triste, pero hermosa historia. Abrazos.

6:10 da tarde  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

4:13 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home