terça-feira, janeiro 20, 2015

SONETOS ÍNTIMOS

I
     
Não sei se são saudades o que sinto,.
Não sei se é de saudade que estremeço.
E tenho na alma um travo de absinto
Cuja fatal origem desconheço.
     
Da minha carne o animal instinto
Nem uma vibração lhe reconheço...
Sorrir não posso, mas chorando minto,
Pois afinal é um bom o que padeço.
      
Da tua graça etérea me sustento.
E assim me encanta o gozo e o tormento
Nesta paixão profunda e singular !
     
Bendigo o sofrimento que me ordenas,
Que a vida para mim reside apenas
Na luz do teu olhar.
      
II
     
Fico-me às vezes a pensar perplexo,
Que sou apenas uma sombra alada
Do que tu és; um pálido reflexo
Do sol que canta dentro de ti, mais nada.
     
Num deleitoso, espiritual amplexo,
Enlaça-te a minha alma desvairada,
Se a tua boca, num ritmar complexo,
Oscular a minha boca insaciada.
     
Prisioneira do Amor, as minhas penas
Têm aroma súbtil das acucenas;
_São como pombas mansas num pombal;
     
Benvinda serias tu à minha cela
Anjo da minha guarda, minha estrela,
Sublime encarnação do meu ideal ! 
     
III
     
Dizem que os beijos cansam, que enfastiam,
Que só o primeiro beijo tem sabor...
Nem sempre. Isto depende do fervor
Das delicadas almas que os viam.
     
Aqueles que florescem, que irradiam
Do mais intenso, do mais puro amor,
Quanto mais repetidos com ardor
Mais saborosos são, mais inebriam.
     
Vê tu os nossos beijos, minha Amada
Como na sua essência perfumada
Atingem, dia a dia, a perfeição !
     
É que os beijos de Amor são milagrosos !
Morrem, a rir, nos lábios amorosos,
Para ressuscitar no coração !
     
Carlos de Moraes

8 Comments:

Blogger lenalima said...

Muito lindo, não conhecia!
obrigada por visitar o enkantos.
abço

12:26 da manhã  
Blogger Lapislazuli said...

Hermosos.
El primer beso es magico, por lo menos en el recuerdo
Abrazos

10:29 da tarde  
Blogger இڿڰۣ FLO said...

GROS BISOUS

2:08 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Uma arte difícil, o soneto.
Mas saíram bem.



Saudações poéticas!

2:23 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

Sonetos íntimos... De alguém que sabe as palavras do amor e da paixão...
Gostei principalmente do segundo.
Um beijo, amigo.

11:11 da manhã  
Blogger ツ ✽ ღ Nancy ღ ✽ ツ said...

[-ิ‿•ิ]❀

Coucou Manuel et MERCI à toi pour ce partage !

Venir sur ton blog me fait toujours très plaisir.

Bonne continuation !!!! BISOUS !

9:37 da tarde  
Blogger Cristina Cebola said...

Belíssimas partilhas!!

1:21 da tarde  
Blogger Rita Freitas said...

Lindo! Não conhecia.

Obrigada por partilhar.

bjs

11:09 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home