domingo, maio 06, 2007

GUERRA JUNQUEIRO

O CAÇADOR SIMÃO
(a Fialho d'Almeida)

Jaz el-rei entrevado e moribundo
Na fortaleza lobrega e silente ...
Corta a mudez sinistra o mar profundo ...
Chora a rainha desgrenhadamente ...

Papagaio real, diz-me, quem passa ?
_É o princípe Simão que vae à caça.

Os sinos dobram pelo rei finado ...
Morte tremenda, pavoroso horror !...
Sae das almas atónitas um brado,
Um brado immenso d'amargura e dor ...

Papagaio real, diz-me, quem passa ?
_É el-rei D. Simão que vae à caça.

Cospe o estrangeiro affrontas assassinas
Sobre o rostro da pátria a agonisar ...
Rugem nos corações furias leoninas,
Erguem-se as mãos crispadas para o ar !...

Papagaio real, diz,me, quem passa ?
_É el-rei D. Simão que vae à caça.

A Pátria é morta ! a Liberdade é morta !
Noite negra sem astros, sem faroes !
Ri o estrangeiro odioso à nossa porta,
Guarda a Infamia os sepulchros dos Heroes !

Papagaio real, diz-me, quem passa ?
_É el-rei D. Simão que vae à caça.

Tiros ao longe n'uma lucta accesa !
Rola indomitamente a multidão ...
Tocam clarins de guerra a Marselheza ...
Desaba um throno em subita explosão !...

Papagaio real, diz-me, quem passa ?
_É alguém, é alguem que foi à caça
Do caçador Simão ...

Vianna do Castello, 8 d'abril de 1890.
Guerra Junqueiro

25 Comments:

Blogger Luci Lacey said...

Oi Manuel

Linda poesia, gostei de seu blog.

Obrigada pela visita, vamos nos visitar sempre.

Boa semana

3:37 da tarde  
Blogger impulsos said...

A boa poesia não tem tempo... ela passa a fazer parte do próprio tempo e ficará para sempre eternizada no tempo!

Beijo num impulso

4:30 da tarde  
Blogger leituras said...

Guerra Junqueiro um grande poeta.
Tão presente em Trás-os-Montes e tão ausente no resto do país.

Obrigado pelo comentário. Infelizmente é uma realidade, há mães e mães.

Boa semana

5:11 da tarde  
Blogger Papoila Sonhadora said...

Ola, vim visitar-te. Deixo-te um doce bjinho,
Papoila Sonhadora,

5:49 da tarde  
Blogger Fernanda said...

Poesia... é sempre poesia...

Gostei!

Bjs

10:03 da tarde  
Blogger Helena Nunes said...

Junqueiro, sempre intemporal.
Obrigada pela visita
Bjos

10:26 da tarde  
Blogger Kelocura said...

Manuel
Por cá tudo bem.
Apesar de não comentar passo com frequencia por este blog a transbordar de belas palavras.

Uma semana calma.

11:26 da tarde  
Blogger Pete said...

Engraçado como se escrevia Viana do Castelo no séc. XIX.

Um Abraço e boa semana.

11:57 da tarde  
Blogger Paula Negrão said...

Hum..bonito!
poesia é sempre muito bom!

beijos

1:38 da manhã  
Blogger sonhadora said...

Beijinhos embrulhados em abraços!
Boa semana!

8:15 da manhã  
Blogger sonhadora said...

Esta manhã foi-me dado um verso que plantei no teu jardim.
Beijinhos embrulhados em abraços

7:40 da tarde  
Anonymous anne said...

Vim desejar-te uma boa semana e ler mais um belo poema. bjus.

9:43 da tarde  
Blogger fgiucich said...

Un poema que me costó entenderlo, pero lo logré. Abrazos.

10:50 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

A Pátria é morta ! a Liberdade é morta !
Noite negra sem astros, sem faroes !
Ri o estrangeiro odioso à nossa porta,
Guarda a Infamia os sepulchros dos Heroes

Que maravilha Manoel, poder chegar aqui e contemplar estas obras que nos ofereces...

Beijos

11:25 da tarde  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Gosto de passar por aqui.~
jinho e votos de boa semana :)
Beijokas........

      ¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• .`•.¸(¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• ♡ × `•.¸.•´  

9:48 da manhã  
Blogger ♥Princess♥Fabiana♥ said...

Lindissima poesia :)
Bjo Fabi ***

11:06 da manhã  
Blogger Lia said...

Nuns momentos o caçador, mas há sempre uma altura em que vira presa...

Um beijo e um sorriso

1:48 da tarde  
Blogger mymind said...

bonito, apesar de triste...
bjinhos*

5:31 da tarde  
Anonymous Célia said...

Ola Manoel, tudo bem?
Uma linda noite para você.
Beijos
Célia

3:03 da manhã  
Blogger Valesca Aravena said...

saludotes!!!!!!!!!
jajjaja muchos saludos, y me dan espacio para reflexionar tus correos, e-mails
gracias!!!

3:06 da manhã  
Anonymous elsa said...

A poesia não tem Tempo...
um abraço

8:52 da manhã  
Anonymous Sutra said...

Sempre actual, toda e qualquer poesia :-)


ps - passa pelo estaminé, onde se comemora o 1.000.000

Beijo doce

12:51 da tarde  
Anonymous mensageira said...

As batalhas travadas naquele tempo eram mais reais,mais autenticas...
Muito mais do que as de agora.

Beijo.

5:54 da tarde  
Blogger belita said...

Alguien que fue a la caza del cazador y mato a la patria y murio la libertad. Que dura es una guerra en aquella época y en esta.

Besos.

10:14 da tarde  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

4:07 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home